quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Los "hemanando.."

Agora vejo o quanto ele cresceu

e do verso de uma canção que ele cantou

hoje me faço no lugar daquele, que o amor quis, seu jeito torto de amar...
eu não quis.

"Eu ando sempre pra sentir vontade"

hoje, relendo-te, meu caro, não tão valorizado outrora, agora sim.
nunca tarde.

vejo a imaturidade que me pulsava vazando pelos poros...
e o jeito torto que o amor nos comeu.

te entender não é pra consolar não.


coisas que provavelmente nunca lerá.
você não precisa me ler.
eu precisava reler.
compreender.

eu precisava escrever, mesmo que não o leia.

esse texto é pra você.

desejo-te o melhor.

perdão covarde.
porque a culpa não compensa.
e continuar com isso é crueldade. admito hoje: da minha parte.

olhar tristonho... mas brilhante.
hoje toca violão e apresenta coisas importantes, escolhi não mais. ESTAR.

certo. mal estar. pausado. dentro de um compasso de uma música qualquer....

Nenhum comentário: