sexta-feira, 30 de julho de 2010

férias-muitas-coisas-numa-só

sabe quando você vê
sente
percebe
revê
repercebe?

poisé.
aconteceu.
e MUITO nessas férias de inverno de 2010.
incrível a quantidade de gente e situações pelas quais vivi.

Mal esperava..
Reencontrar todo mundo
Reperceber
Re-sentir

Ressentimentos que não senti novamente.
Ao rever quem me feriu.

A fera ferra

Coisas que o tempo se encarrega de carregar
para um outro lugar
que não o principal.

Platéia já desaparece.

Desacredite.
Desaperte.
Desperte.

Tudo aconteceu e o que ficou
Parece pouco (muito pouco) perto do que um dia chegou a ser.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Às vezes a gente só precisa de um bom abraço.


Às vezes é difícil transmitir para as pessoas como certas coisas são importantes para nós.
Deixamos passar. O que às vezes não passa para nós.
E fica. O que poderia ter sido. 

Por isso é bom passar vergonha às vezes.
Sorrir sozinho na rua, cantar uma canção.
Dançar dentro do carro. Rir alto, perceber e rir baixinho porque foi engraçado.
Abraçar quando tiver vontade mesmo que não for recíproco.
Dizer elogios quando dá aqueela vontade por mais que não entendam ou entendam errado.

Certas coisas não foram feitas para entender. Foram feitas para se curtir. Para serem curtidas! 
E acontece! Faça acontecer! 
Às vezes, esqueço disso, e me esqueço.
É sempre bom relembrar.


sábado, 17 de julho de 2010

Camarote

Quando ela se senta em sua cama grande e fria
No inverno de si mesma
a limpeza se faz
Logo vem primavera
Enquanto isso, com mais calma impossível,
assiste de camarote sua vida
acontecer
mais do que nunca
inteira consigo mesma.